quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

Mais uma princesa

Vanessa Lóes está grávida de uma menina. A informação foi confirmada ao UOL na noite desta terça-feira (18) pela assessoria do ator Thiago Lacerda, marido de Vanessa.
"É um terceiro filho que chegou e está sendo muito bem recebido", contou a assessora.

Thiago e Vanessa já são pais de Gael, de 6 anos, e de Cora, de 3. Atualmente, o ator dá vida ao imigrante italiano Toni em "Joia Rara", trama das seis da Globo.

O último trabalho de Vanessa na TV foi como a hippie Tizinha de "Malhação".


Fonte: UOL

Dono de casa

Thiago Lacerda é do tipo de homem que não tem frescura e ajuda em todos os afazeres domésticos. Neste sábado (21), o galã confessou à revista "Contigo!" que gosta de fazer os serviços do lar quando está em casa. "Meu talento é mais feminino nesse ponto de vista, gosto de arrumar a casa, colocar as coisas em ordem", afirmou. No ar na novela das seis "Joia Rara", da TV Globo, vivendo o personagem Toni, um imigrante italiano, Thiago é casado há mais de 10 anos com a também atriz Vanessa Lóes. No início deste mês, o casal anunciou a espera de um terceiro filho, que será uma menina. Os dois são pais de Gael, de seis anos, e de Cora, de três.

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Thiago Lacerda: “Meu caminho é fora do show business”



O ator de 35 anos, no ar na novela das seis "Joia Rara", diz por que o rótulo da fama não lhe cai bem e revela que, de vez em quando, se acha "feio e gordinho"


"A gente sempre quis (o terceiro filho), mas aconteceu num ‘descuido’ meio pensado”, conta Thiago Lacerda (Foto: Nana Moraes)

 

Thiago Lacerda tem todos os atributos que um aspirante a celebridade gostaria de ostentar: é bonito, bem casado, pai de dois filhos e à espera de mais um; tem uma carreira sólida e coleciona papeis de galã em novelas. Mas o ator segue na contramão do politicamente correto. Fala o que pensa, confessa temer os rumos da profissão e não está nem aí se sai mal na foto dos paparazzi –garante, inclusive, se achar “feio e gordinho” de vez em quando. Casado com a atriz Vanessa Lóes, 42 anos, tem dois filhos, Gael, 5, e Cora, 3, com quem é constantemente visto em passeios pelo Rio de Janeiro, está à espera do terceiro e revela que foi "um descuido meio pensado". Aos 35 anos e no ar em “Joia Rara”, folhetim das seis, Thiago explica porque o rótulo da fama não lhe cai bem. Veja, abaixo, trechos da entrevista com o ator. Na edição de dezembro de Marie Claire, que chega às bancas no dia 4 de dezembro, você encontra a matéria na íntegra.

MARIE CLAIRE Você sente a necessidade de mostrar que é mais do que um ator bonito?
Isso é ou já foi uma questão para você?
THIAGO LACERDA
Não. Tenho 16 anos de carreira e nunca me preocupei com isso. Só quero fazer meu trabalho da melhor maneira possível. Tem gente que gosta, tem gente que não gosta. Se for me preocupar com esse tipo de coisa, acabo perdendo tempo.

MC Há algum dissabor em ser o Thiago Lacerda?
TL
Muitos. Estar exposto é um dos principais. Hoje em dia todo mundo tem uma câmera, uma opinião, um perfil no Facebook.A informação é rápida e não é sólida. É como a fama, etérea, frágil. Se ficar um ano fora do ar, ninguém lembra de você. A exposição e a velocidade são ônus muito pesados. É absolutamente normal que um jovem faça sucesso em uma novela como Malhação e, depois, não apareça mais em lugar nenhum. E isso é de uma crueldade enorme. A insegurança profissional que um jornalista tem na redação, por exemplo, é a mesma do meu trabalho.

MC Não é um pouco de exagero?
TL
Não. É verdade. Se eu não matar um leão por dia, a impressão que tenho é de que amanhã perco o meu emprego. Preciso trabalhar muito. E os atores tendem a acreditar no que é falso. Vejo muitos colegas soberbos, com vaidade descontrolada.Mas a verdade é que a máquina te faz maravilhoso e, quando apaga a luz, você está de cueca no camarim.

MC Por que você diz que não é do show business?
TL
Não sou mesmo. Eu tenho vergonha, sou tímido. Por exemplo, festa de lançamento de novela. Claro que, se eu sou o protagonista, estufo o peito e vou. Mas, na maioria das vezes, fico no cantinho, sentado na minha mesa. Só falo se tiver que falar. Eu realmente não tenho essa disposição de ir para a praia para aparecer em foto de paparazzo, de malhar pra ficar bonito e tirar a camisa, de fazer um personagem só porque ele vai agradar as pessoas... Não sou assim. Pra mim, as coisas são mais simples.

MC Mas muitas pessoas querem trabalhar na televisão justamente para desfrutarem dessa vida, não?
TL
Eu sei. Mas, na minha opinião, é uma motivação errada. O meu trabalho é contar histórias. No entanto, sei que nos últimos 15 anos surgiu uma profissão nova: as celebrities. Às vezes você vê um cara e pergunta: “O que ele faz?”. Alguém responde: “Ah, ele é um pouco ator, um pouco escritor, surfista, bonitão, poeta, cineasta...” Ninguém sabe exatamente o que aquela figura faz, mas todos os dias ela está nos sites de fofoca e nos jornais. Há os que vivem disso e não sou contra. Se existe uma indústria, bacana, tomara que as pessoas estejam felizes e ganhando sua grana. Mas eu não consigo entender. Eu saio fora.

MC Você se acha tão atraente como dizem?
TL
Às vezes sim; outras, não. Agora estou gordinho. Sempre fui atleta, preciso do meu corpo. Quando não estou bem, sinto.Não é uma questão estética. Estou cagando se as pessoas me acham gordo ou magro. É uma questão de bem-estar. Tem dias em que me sinto feio, cabeludo, branco. Mas não me importo. O importante é que eu me sinta saudável e intelectualmente ativo.
 

O ATOR COMO TONI, SEU PERSONAGEM NA NOVELA DAS SEIS "JOIA RARA" (Foto: Divulgação/TV Globo)
 




















 MC A Vanessa Lóes, sua mulher, está grávida do seu terceiro filho. Três não é demais?
TL
Não acho que seja demais, mas era uma conta que assustava um pouco. A gente sempre quis, mas nunca tomou essa decisão de verdade. Até que aconteceu num descuido meio pensado. Porque qualquer nascimento é um impacto gigantesco numa relação. Fazer filho não é uma brincadeira. É um movimento de muita responsabilidade. Você precisa ter consciência absoluta do que isso significa financeiramente, emocionalmente. É preciso saber a sua real condição de encarar essa empreitada.

MC Você começou a namorar a Vanessa aos 23 anos, já um galã, e se casou aos 29. Em um momento em que poderia sair devorando todas, o casamento colocou os seus pés no chão?
TL
Foi importante ter conhecido uma mulher maravilhosa como ela tão cedo, porque essa é uma profissão de seduções. Toda hora conhecemos gente interessante, ganhamos uma grana, nos oferecem tudo. Trabalho desde cedo, sempre soube que minha vocação era produzir. E, quando não estava trabalhando, queria estar com a Vanessa. Não tinha essa coisa das festas, das mulheres. Eu queria viajar com ela. Nesse sentido, costumo dizer que ela me salvou.


MC Como assim?
TL
Se não fosse ela, talvez eu não tivesse a credibilidade que tenho, não tivesse feito as coisas que me dão tanto orgulho. Talvez eu houvesse dispensado energia com outras coisas. O fato é que a minha vida seguiu um rumo seguro, familiar. Não que eu tenha procurado isso, simplesmente aconteceu.

MC Casamento é bom?
TL
É e não é.Em alguns momentos é legal estar casado.Em outros, não. Eu acho maravilhoso ter a vida costurada como tenho, mas às vezes falo: caraca, que loucura. Não dá! Tenho que fazer alguma coisa pra mudar, ou vai ficar difícil me manter desse jeito. Casamento é uma jornada hercúlea, é feito pra dar errado. Apesar disso, eu acho que é possível dar certo.

MC Casamentos são idealizados como costuma ser a maternidade?
TL
Sim, mas a energia gerada entre uma mãe e um filho é algo que um homem jamais saberá no que consiste. A maternidade é uma estrutura muito poderosa. Essa aliança que botam no dedo não é um cordão umbilical. É difícil pra caramba estar casado. Existem muitas dificuldades em se fazer concessões, em entender que um não vai, e nem deve, mudar o outro. É maravilhoso dividir, construir algo com alguém.Mas, por outro lado, o cotidiano tema capacidade de corroer a intimidade.

MC As mulheres têm falado de sexo de maneira cada vez mais aberta, a exemplo das moças do funk, das mulheres-frutas. O que você acha disso?
TL
Eu acho machista pra caralho. Por que não existe o homem-fruta? Sinceramente, aquelas mulheres não são bonitas. Eu não tenho tesão. Aquela bunda não é importante, não é bonita. Ela é enorme, não cabe dentro da calça. É cheia de ondulações, silicone. Tem o mesmo valor de uma música idiota, de um funk que toca alguma baboseira imbecil. Temo mesmo valor de uma pessoa que vive de flash na praia.


Fonte: Marie Claire

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Joia Rara - truques de gravação!

Thiago Lacerda grava de pernas abertas para disfarçar a altura


Os personagens Toni e Hilda, de "Joia Rara", estão dando trabalho para os seus intérpretes, Thiago Lacerda, 35, e Luiza Valdetaro, 28.

Como a diferença de altura entre os atores é grande, ela tem 1,67 e ele mede 1,93, os artistas precisam improvisar na hora de gravarem as cenas juntos.
Segundo o jornal "O Globo", os diretores da novela das 18h usam alguns truques para esse contraste não ser tão evidente, como Thiago aparecer muitas vezes sentado nas sequências ou quando o plano é mais fechado, o ator gravar com as pernas afastadas para parecer mais baixo.
Apesar disso, o casal Toni e Hilda está agradando e caiu nas graças do público que acompanha a trama de época da Globo.

Fonte: Yahoo TV

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Papai novamente!!

Thiago Lacerda está numa alegria só! O galã de Joia Rara será papai pela terceira vez!! Isso mesmo! Vanessa Lóes, esposa de Thiago, dará um irmãozinho (ou irmãzinha) para Gael e Cora! A notícia foi confirmada pela assessoria de Thiago: “Família está muito feliz”.

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Thiago Lacerda e família se divertem em circo com nariz de palhaço

O ator levou a esposa Vanessa Lóes e os filhos Gael e Cora para assistirem à apresentação na noite deste domingo, 15.

Thiago Lacerda e familia com nariz de palhaço no circo Tihany (Foto: Cleomir Tavares/Mural da Fama/Divulgação)
Thiago e Vanessa com os filhos






  










 Thiago Lacerda levou a esposa Vanessa Lóes e os filhos Gael e Cora para assistirem ao Circo Tihany,  na noite deste domingo, 15, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. O ator ainda se divertiu e posou com nariz vermelho ao lado de um palhaço. 
Thiago Lacerda e familia com nariz de palhaço no circo Tihany (Foto: Cleomir Tavares/Mural da Fama/Divulgação)
Animação: a família posa ao lado de um palhaço





   

Fonte: Ego


Thiago Lacerda estreia em filme e novela na mesma semana

 Para viver o personagem clássico da literatura brasileira, Thiago estudou a formação do estado do Rio Grande do Sul e fez aula de equitação.

Os tempos eram outros. O ambiente completamente diferente. E o sotaque também. Mas Thiago Lacerda é ator.
E teve que se virar para viver o capitão Rodrigo no filme "O Tempo e o Vento", uma adaptação para o cinema do livro de Érico Verissimo. 

"Eu tive um trabalho muito intenso com as pessoas daqui. Nesse lugar aqui, para poder chegar no capitão", contou.
Para viver o personagem clássico da literatura brasileira, Thiago estudou a formação do estado do Rio Grande do Sul, os costumes. Começou a fumar cigarrilha e precisou ter aulas de equitação.
“Um pouco o sabor do tabaco me ajuda a contar um pouco essa história, me ajuda a trazer uma referência que eu acabei criando”, disse Thiago Lacerda.

Esta semana, o ator também estreia na novela ‘Joia Rara’. Na TV, ele será o italiano Operário Toni. Como já é o terceiro com a mesma nacionalidade na carreira (ele fez o Matteo, de Terra Nostra e o Giuseppe Garibaldi de A Casa das Sete Mulheres), desta vez o trabalho foi mais fácil.
O sotaque está sendo estudado desde ‘Terra Nostra’.

Fonte: Fantástico

domingo, 8 de setembro de 2013

Viva! Ele está de volta à tv!

Thiago Lacerda está de volta às novelas. Em Joia Rara, que substitui Flor do Caribe a partir do dia 16, o ator será Toni, um operário italiano que trabalha na fábrica do vilão Ernest (José de Abreu).
O italiano da vez – Thiago já fez outros em Terra Nostra e A Casa das Sete Mulheres – fará parte do movimento Operário Por Melhores Condições de Trabalho e ficará 10 anos preso, sendo solto após uma passagem de tempo.
É na segunda fase, aliás, que Lacerda volta a atuar. Casado com Gaia (Ana Cecília Costa), Toni ainda vai se envolver com outras duas mulheres: Hilda (Luisa Valdetaro) e Matilde (Fabiula Nascimento).

Fonte: Zero Hora

sexta-feira, 19 de julho de 2013

domingo, 30 de junho de 2013

HAMLET NO RS!

Thiago prestigia inauguração de vinícola no RS





Thiago Lacerda havia deixado o Rio Grande do Sul há poucos dias, depois da temporada da peça Hamlet (de 23 a 26 de maio, no Theatro São Pedro), mas voltou ao Estado para participar da abertura oficial da estância enoturística da Vinícola Guatambu, em Dom Pedrito, na quinta-feira, 6 de junho. O evento era exclusivo para imprensa e convidados.


Fonte: ClicRBS


Mais? Confira o vídeo abaixo!!




quarta-feira, 5 de junho de 2013

Thiago estará na próxima novela das seis!


Após temporada nos palcos como Hamlet, Thiago Lacerda está escalado para nova novela

O ator vai interpretar um líder sindicalista em 'Joia Rara'

Após temporada nos palcos como Hamlet, Thiago Lacerda está escalado para nova novela João Caldas/Divulgação 

 

 

 

 

 

 

 

Thiago Lacerda retorna em breve à TV. O ator está escalado para a próxima novela das 18h, Joia Rara, dirigida por Thelma Guedes e Duca Rachid, com estreia prevista para setembro. Ele irá interpretar um líder sindicalista na trama, que será ambientada entre 1930 e 1940.

– A novela se passa em uma época muito legal. Estou bem curioso para fazer esse personagem. Ainda não li muito a respeito, mas devo começar logo a gravar – contou Thiago durante passagem por Porto Alegre com a turnê teatral Hamlet, encerrada no último domingo, na Capital.

No entanto, o ator segredou que o cinema é seu xodó. Por falar nisso, ainda em 2013, estreia o longa O Tempo e o Vento, de Jayme Monjardim. Thiago, que adora cultura gaúcha e constantemente é visto acompanhado de um mate amargo, faz graça ao comentar o filme baseado na obra de Erico Verissimo:
– Capitão Rodrigo e Hamlet em um mesmo ano? Acho que já posso me aposentar! 
Fonte: Zero Hora

Estreia Histórica!

"O Tempo e o Vento" chega aos cinemas no dia 20 de setembro

Assinada por Jayme Monjardim, adaptação do romance épico de Érico Veríssimo foi quase toda rodada no Rio Grande do Sul.

 

"O Tempo e o Vento" chega aos cinemas no dia 20 de setembro Jayme Monjardim/Divulgação



É no simbólico 20 de setembro que deve chegar aos cinemas O Tempo e o Vento, adaptação cinematográfica do romance épico de Erico Verissimo. A estreia está prevista para acontecer em quatro capitais: Porto Alegre, Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília.— Mas nossa expectativa é que cidades como Bagé, que serviu de locação para o filme, tenham sessões de pré-estreia. Estamos ansiosos para inaugurar as novas salas de Pelotas — conta o coprodutor, Beto Rodrigues.



Dirigido por Jayme Monjardim, o longa está em fase de finalização em Los Angeles, e deve estar pronto até o meio de julho. O Tempo e o Vento terá suporte digital de alta definição 4K, o padrão dos grandes estúdios.
Para recontar a saga da família Terra Cambará, no período que se estende das Missões até o final do século 19, Jayme Monjardim usa como eixo a história de amor de Bibiana (vivida por Marjorie Estiano na juventude e Fernanda Montenegro na maturidade) e Capitão Rodrigo (interpretado por Thiago Lacerda). A produção foi rodada em pouco mais de dois meses e passou por Bagé, onde foi construída a cidade cenográfica que reproduz a vila de Santa Fé, e também em Pelotas e Candiota. As filmagens começaram em março de 2012 e terminaram em maio. Com roteiro de Tabajara Ruas e Leticia Wierzchowski, o elenco ainda conta com Cléo Pires, Leonardo Machado, Fernanda Carvalho Leite, Janaína Kremer, Rafael Cardoso e Mayana Moura.


 Fonte: Zero Hora

terça-feira, 7 de maio de 2013

Entrevista Thiago Lacerda

ENTREVISTA_THIAGO_LACERDA_1
Nesta última sexta-feira, o ator Thiago Lacerda esteve aqui em Recife para estrelar a montagem Hamlet, no Teatro Santa Isabel. Ele aproveitou um pequeno intervalo para almoçar no It Bistrô e, claro, bater um papo rápido para o Ju Santos. Durante o almoço, Thiago mostrou fotos dos filhos em seu iPhone, além de um vídeo do Gael tocando bateria. Também contou algumas curiosidades de bastidores, com gestos e entonações típicos de um ator. Simpático e super falante, não foi difícil conduzir uma conversa com ele. Segue o nosso papo:
O que te dá mais prazer: teatro, novela ou cinema? O que me dá mais prazer é uma prainha no início do dia… [risos]. Brincadeiras à parte, gosto de fazer os três. Sou um ator e acho que todo ator precisa passear por todos os lugares. Comecei a minha carreira na televisão e descobri que o teatro é o grande caminho do ofício e o cinema é uma maravilha, um negócio apaixonante, inebriante. Então não tem como escolher, eu não acho que eu deva escolher, eu gosto da ideia de trabalhar em todas as vertentes.
Você disse que gosta de uma praia no início do dia… O que você curte fazer nas horas livres? Basicamente, eu tenho uma rotina dedicada aos meus filhos. Quando sobra tempo, eu me dedico a minha mulher… E, mais uma vez, quando sobra tempo, gosto de praia, cinema… Também gosto de jogar futebol, mas nada mirabolante, não tenho hábitos fantásticos, sou muito simples. Gosto de ficar no mato, gosto de ir pra serra, sentir frio, ficar no silêncio, ouvir música, tomar um bom vinho.
Como você definiria o Thiago Lacerda como pai? Ah, eu amo demais os meus filhos, faço questão de estar com eles e acho que essa é a grande brincadeira de ter filhos, né? É dedicação! Eles consomem um tempo e uma energia inacreditáveis. Eu me pego vivendo a vida dos meus filhos. Meu filho vai fazer 6 anos agora, e minha filha tem 3. Eu fico querendo ser muito atento, procuro ouvir bastante eles, perceber cada um de um jeito, fico querendo proporcionar coisas, oferecer oportunidades muito mais do que dar alguma coisa. Essa ideia de fazer com que eles vivenciem as suas próprias experiências me bate como uma coisa boa. De deixar pra eles conhecimento, vivência, experiência, muito mais do que uma coisa material.
O que a interpretação de Hamlet trouxe de maior aprendizado na sua carreira? Bom, é a maior história do teatro ocidental, é o lugar onde todos os atores mergulham e encontram um material tão generoso e tão infinito… Acho que é um momento que só não é o topo porque as coisas precisam caminhar depois, mas é uma maravilha tão grande e indescritível como objeto de trabalho. O Hamlet é uma grande ideia, e como material de trabalho, talvez seja uma pérola. É algo que você só descobre investigando, mergulhado lá dentro, é como se fosse uma sala de encantamento. A peça me trouxe muita coisa… eu posso falar dos benefícios que isso tem na minha carreira, do ator melhor que eu sou hoje depois de ter passado por isso… Enfim, acho que é até redundante eu ficar falando que o Hamlet transforma, porque transforma mesmo. E o maior benefício é a conexão inevitável que ele promove do ator com o seu ofício, sabe? Com a ideia de que todo ator precisa passar por aquele lugar ali, sabe? Pra redirecionar alguma coisa, pra se transformar. Hamlet é uma experiência de transformação humana.
ENTREVISTA_THIAGO_LACERDA_2
Como está sendo a aceitação do espetáculo pelo público e pela crítica teatral? A melhor possível! É até um pouco impressionante a forma unânime com que a peça foi recebida. É um baita espetáculo. Eu sou suspeito pra falar, mas eu tenho muito orgulho. Eu tenho certeza que essa montagem contribuiu muito para o teatro shakespeariano no Brasil, como uma forma de abordar um clássico. Gosto muito da ideia que o diretor sempre apoiou, que é a de promover a comunicação muito clara e objetiva da história, sem pretensão de ser maravilhoso, culto ou intelectual. Se tem uma coisa que é bacana nesse espetáculo é uma certa despretensão. A história está ali, inteira, do início ao fim, com entendimento claro e de trajetória dramática. Não tem pirotecnia, não tem um super cenário, é um ator contando uma história. É muito despretensioso e, ao mesmo tempo, muito poderoso. Acho que a crítica acompanhou um pouco dessa ideia, percebendo essa vontade que a gente teve de comunicar a história dessa maneira. As poucas críticas negativas que recebemos foram relacionadas a uma certa expectativa individual de uma ou outra figura. 90% das críticas foram positivas, a peça foi um sucesso.
ENTREVISTA_THIAGO_LACERDA_3
Como você consegue conciliar o seu trabalho com a família? Aí é que tá… eu não sei se dá pra conciliar. Esse é um dilema moderno, né? Mas é aquela história, a gente precisa conciliar, não tem como ser diferente. A velocidade com que a gente vive hoje não demanda muita conjectura, a gente não pode perder muito tempo pensando nas coisas se não a gente não faz. São os meus filhos, é a minha família, eles vão ser um produto da minha vida, é inevitável. Eu sempre falo pra eles que o trabalho do papai é na estrada e eles precisam entender. É claro que eu sinto falta, abro mão de estar com eles em muitos finais de semana, mas às vezes eu levo eles comigo… Então é isso, é você achar uma matemática onde você possa dar o que eles precisam.
ENTREVISTA_THIAGO_LACERDA_4
Você tem algum trabalho agendado na televisão para este ano? Tenho. Vou fazer a próxima novela das 6, chamada Joia Rara, uma novela de época, das décadas de 30 e 40, que eu adoro. Meu personagem é bem interessante, é político, movido com lutas de classe. Tô com saudade de fazer televisão. A peça Hamlet interrompe em maio e eu começo a gravar em junho.
Recife e Noronha são locais onde você já curtiu férias. Quais os seus programas preferidos por aqui? Eu venho muito a Recife, mas é sempre corrido, é sempre por causa de algum trabalho… mas em Noronha… ah, Noronha é um programa, né? Não dá pra dizer que em Noronha eu gosto de fazer tal coisa, estar lá já é um programa maravilhoso. Mas aqui em Recife eu gosto dos passeios no centro, com referências culturais… Além disso, o roteiro gastronômico da cidade é imperdível. Também curto ir em Brennand… Praia, é Porto de Galinhas e Muro Alto… Ah, não posso deixar de citar os passeios em Olinda. Eu gosto muito daqui! É muito bom voltar ao Santa Isabel, é um teatro imperdível. Eu fiz muita questão de trazer esta peça para Recife.
Como é o seu estilo quando não está trabalhando? Eu sou isso que você tá vendo… eu não me preocupo muito com roupa. Gosto da coisa do jeans e camiseta e geralmente ando de chinelo, sou mais largadão. O meu corpo está sempre em função do meu personagem… até dei uma engordadinha agora, mas estreei o Hamlet bem magro. O meu cabelo, por exemplo, eu mesmo estava cortando, mas parei por conta da novela. Eu gosto de cortar antes de entrar em cena, é uma coisa horrorosa. Tenho prazer em me disponibilizar para os meus personagens. A minha vaidade não passa pela coisa estética, mas por um lugar que tenha a ver com o meu personagem, onde eu possa contar bem as minhas histórias. O meu corpo acompanha bem essa ideia.
ENTREVISTA_THIAGO_LACERDA_5
E os próximos projetos? O Ron Daniels, diretor da peça Hamlet, é uma figura muito importante pro teatro brasileiro, é um cara que eu não pretendo deixar longe do Brasil por muito tempo. Estamos formatando uma coisa muito bacana, que é dar sequência a essa coisa do teatro shakespeariano aqui no Brasil. Tem mais dois espetáculos que queremos montar, centrados nesta ideia de comunicar as histórias e o pensamento de Shakespeare da forma mais objetiva possível, mas preservando o original. Talvez pro ano de 2015. Para agora, fora a novela das 6, tem um filme pra estrear em setembro, e é um filme que vai virar minissérie. Então temos várias coisas engatilhadas por aí.


Fonte: Ju Santos

quarta-feira, 1 de maio de 2013

Túnel do Tempo: Thiago Lacerda no Sob Nova Direção!

Thiago encena HAMLET em Pernambuco

Thiago Lacerda apresenta temporada de Hamlet no Teatro de Santa Isabel  

Tragédia shakespeariana é encenada nesta sexta, sábado e domingo



Thiago Lacerda é Hamlet em espetáculo dirigido por Ron Daniels. Foto: João Caldas/Divulgação
Thiago Lacerda é Hamlet em espetáculo dirigido por Ron Daniels




"Ser ou não ser, eis a questão", diz o enigmático personagem shakespeariano, que é interpretado pelo ator Thiago Lacerda, no espetáculo Hamlet, que entra em pequena temporada, nesta sexta, sábado e domingo, no Teatro Santa Isabel. Sob direção de Ron Daniels, quinze atores entram cena para dar vida à tragédia que conta a história do fantasma do velho rei da Dinamarca à procura de seu filho e clamando por vingança.


As apresentações acontecem na sexta (3) e sábado (4) às 21h, e no domingo (5), às 19h. O espetáculo terá 2h45 de duração, com intervalo de 15 minutos. Os ingressos custam R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia-entrada), e estão à venda na bilheteria do teatro e na Loja Samsung Experience, do Shopping Recife.



*Informações:

Hamlet, com Thiago Lacerda e grande elenco
Quando: Sexta (3) e sábado (4), às 21h e domingo (5), às 19h
Onde: Teatro de Santa Isabel (Praça da República, s/n, Santo Antônio)
Ingressos: R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia-entrada). Loja Samsung Experience (Shopping Recife)
Informações: (81) 3355-3323



Fonte: Diário de Pernambuco

domingo, 28 de abril de 2013

Passeio com o filhão!

Ator estava com Gael, de 5 anos, fruto do seu relacionamento com Vanessa Lóes na tarde desta quarta-feira, 24.


Thiago Lacerda aproveitou a tarde desta quarta-feira, 24, para passear com o filho, Gael, em um shopping do Rio. Gael, de 5 anos, é fruto do relacionamento do ator com Vanessa Loés.

Na terça-feira, 23, Thiago Lacerda prestigiou com a mulher e com os filhos, Cora e Gael, o aniversário de 5 anos de Inácio, filho de Dira Paes com o cameraman Pablo Baião. O aniversário do menino foi festejado na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. A atriz Neuza Borges, colega de Dira em "Salve Jorge", e Ingrid Guimarães com a filha, Clara, também marcaram presença na comemoração.
Thiago Lacerda passeia com filho em shopping do Rio, RJ (Foto: Daniel Delmiro / Agnews) 
Thiago Lacerda aproveitou a tarde desta quarta-feira, 24, para passear com o filho, Gael
Thiago Lacerda passeia com filho em shopping do Rio, RJ (Foto: Daniel Delmiro / Agnews) 
Eles estiveram em um shopping no Rio
Thiago Lacerda passeia com filho em shopping do Rio, RJ (Foto: Daniel Delmiro / Agnews) 
Gael, de 5 anos, é fruto do relacionamento do ator com Vanessa Lóes
Thiago Lacerda passeia com filho em shopping do Rio, RJ (Foto: Daniel Delmiro / Agnews) 
Pai e filho durante passeio no shopping
Thiago Lacerda passeia com filho em shopping do Rio, RJ (Foto: Daniel Delmiro / Agnews) 
Thiago Lacerda durante passeio com Gael
 
 
 Thiago Lacerda passeia com filho em shopping do Rio, RJ (Foto: Daniel Delmiro / Agnews)




Fonte: Ego

domingo, 7 de abril de 2013

Thiago: 'Podia ter me perdido quando era jovem'

Nos bastidores de 'Hamlet', ator fala sobre a escolha pela vida simples, a rotina familiar e a preparação para o personagem clássico de Shakespeare.

Thiago Lacerda (Foto: Jessica Monstans / EGO) 
Thiago Lacerda (Foto: Jessica Monstans / EGO)
 
É no palco do teatro Tom Jobim, no Jardim Botânico (Zona Sul do Rio), onde encena a peça ''Hamlet'' até o dia 14 de abril, que Thiago Lacerda se sente à vontade para fazer um balanço sobre sua carreira de 16 anos como ator. Em um papo com o EGO antes da abertura das cortinas, Thiago fala sobre família, filhos, maturidade e orgulho do caminho que trilhou entre o Lula da novela ''Malhação'', em 1997, e o príncipe dinamarquês criado por William Shakespeare há mais de quatro séculos - apontado como um dos personagens mais difíceis e controversos da dramaturgia.

Fazendo as escolhas certas
''Sempre fui esse capricorniano tranquilo, meio chato, mas responsável com meu trabalho. Me orgulho demais das coisas aconteceram para mim e do caminho que trilhei. Hoje posso me dar ao direito de escolher o que faço, as narrativas que compro. Eu consigo me projetar lá na frente: quero continuar fazendo de tudo mas, sobretudo, gostando do que faço. Só tenho vontade de fazer mais cinema. Mas cada um tem sua história, e a minha foi essa, não sei extamente o porquê... '', resume o carioca de 35 anos.

A mulher e também atriz Vanessa Lóes teve grande responsabilidade na construção desse rumo. ''O meio artístico nos seduz e deslumbra muito. Conheci a Vanessa quando estava tudo acontecendo para mim, tenho certeza que ela me ajudou a manter a cabeça no lugar certo e a fazer boas escolhas. Sou, até hoje, um cara boêmio, gosto de gente... Podia ter me perdido quando era jovem e vi esse mundo se abrindo para mim'', confessa Thiago, casado há 12 anos, e pai de Cora, com quase 3, e de Gael, com 6.
Thiago Lacerda em seu camarim (Foto: Jessica Monstans / EGO) 
Thiago Lacerda em seu camarim
(Foto: Jessica Monstans / EGO)
 
Um cara família
Entre uma pergunta e um gole no chá de hortelã, Thiago só interrompe a entrevista para atender a mulher e resolver problemas cotidianos da casa que eles mantêm na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. "Oi Nêssa... sim, minha flor'', repete, paciente.

"Sou família mesmo, gosto de cuidar das coisas, de acompanhar meus filhos. As pessoas me perguntam o que eu faço no meu dia a dia e eu respondo 'o mesmo que você, ué'. Por acaso acham que saio com meu iate a alcanço uma ilha cheia de mulheres? Não, eu acordo, escovo os dentes, levo meu filho na escola, ajudo minha mulher a resolver as coisas de casa, trabalho e durmo'', diverte-se.


Incoporando Hamlet
A excentricidade de sua vida, garante, fica só por conta dos personagens: ''Fazer Hamlet, por exemplo, é de uma responsabilidade sem tamanho. Para ser esse cara confuso que quer vingar a morte do pai, me dei ao direito de beber de muitas fontes e ao mesmo tempo não usar nenhuma delas. Revi algumas versões do clássico no cinema, como a russa, de 1964; e a do Laurence Olivier, em 1948. Assisti à peça do Jude Law, em Londres, a do Wagner Moura, em 2008, mas não faço uma mistura disso na minha atuação. Eu precisava fazer o meu Hamlet, vivenciá-lo do meu jeito. Não seria justo comigo se não fosse assim''. Para mergulhar nessa experiência, Thiago criou rituais como o de cortar o cabelo antes de cada apresentação. "Eu repico as laterais, assim, meio sem jeito, e isso me ajuda na concentração'', explica.

Sobre o fato de saber que muita gente vai ao teatro não por interesse na peça, mas para ver um ator famoso de perto, ele diz que não se incomoda: ''Isso não me ofende. O importante é as pessoas irem ao teatro. Lá, minha missão de proporcionar uma grande noite a eles só dobra. Por isso me dedico, mergulho no projeto. Nessa peça, o Ronaldo (Daniels, diretor e adaptador) teve a preocupação de não mudar o texto, de não alterar a tradução, mas achamos que não havia necessidade de usar aquela linguagem de séculos atrás. Isso facilita o entendimento da plateia e funcionou muito na nossa temporada em São Paulo. Saí de lá muito feliz com o retorno do público''.
Thiago Lacerda (Foto: Jessica Monstans / EGO) 
Thiago vive 'Hamlet' no teatro
(Foto: Jessica Monstans / EGO)
 
Papai Thiago
No espelho do camarim da peça, desenhos da pequena Cora. "Ela é arretada, ariana! Faz o que quer, cheia de vontade, meu Deus! Já o Gael é de câncer e, olha, vai sofrer muito na vida (risos). Ele é tranquilo demais, deixa fazer o que quiserem com ele. Meu filho é um elfo! Outro dia ele me pediu para levar para ele a caveira do Hamlet. Eu expliquei que ia usá-la na apresentação e arranjei outra para ele brincar. Ele ficou maluco! Depois me pediu para terminar a história sem guerra: 'Pai, guerra não. Guerra é ruim'''.

Apesar dessa relação estreita com os filhos, Thiago assegura que não vem planejando aumentar a família: ''Não pensamos nisso. Não sei. Mas estou feliz agora. Tenho com meu filhos uma relação de intimidade que não tive com meu pai, pela geração da qual ele fazia parte. Eu curto isso de ser pai, de viver a vida das crianças, dar banho, alimentar, dar exemplo''.

Fama e exposição
Depois da temporada carioca de ''Hamlet'', Thiago fará uma participação especial na série ''A Grande Família''. O episódio, que sequer foi gravado,  já deu o que falar: ''Vou ser um ator... E vou fazer uma cena com o Lúcio Mauro Filho na qual pode rolar um beijo gay. Mas isso não faz a menor diferença pra mim, o que importa é que vou estar com aqueles atores maravilhosos, queridos. O beijo é um detalhe, mas a mídia se prende a isso para especular''.

Desenhos dos filhos no camarim de  Thiago Lacerda (Foto: Jessica Monstans / EGO) 
Desenhos dos filhos no camarim de Thiago Lacerda
(Foto: Jessica Monstans / EGO)
Na reta final da entrevista,  o ator - que foi consagrado fazendo o Brasil falar italiano por conta do inesquecível Matteo, da novela ''Terra Nostra'' -, fala sobre sua relação com a imprensa.

Ele aproveita o episódio de vazamento de fotos íntimas do colega Murilo Rosa na web para opinar sobre essa relação delicada entre fama e exposição: ''Há jonalistas e há fofoqueiros, há pararazzi e há fotógrafos, há profissionais e há idiotas. Quem tem obrigação de diferenciar isso é a própria imprensa, o jovem que está aí, fazendo seu trabalho de um jeito bacana e não quer ser confundido com o que é lixo. Divulgar imagens íntimas de uma pessoa pública é um crime. As pessoas têm que perceber esse abismo entre o que é informação e o que não é''. 

O papo e o chá de hortelã terminam. Ao se levantar, o moço de quase dois metros de altura acrescenta uma informação curiosa: ''Morro de medo de ventilador de teto''.

Serviço:
"Hamlet" - até 14 de abril
Espaço Tom Jobim
Rua Jardim Botânico, 1008
Sexta e sábado às 21h. Domingo às 19h.
R$ 40.00 (sexta); R$ 50.00 (domingo); R$ 60.00 (sábado)




Fonte: Ego

quinta-feira, 14 de março de 2013

Maridão apaixonado!

‘’Vanessa realmente salvou a minha vida!’’, diz Thiago Lacerda sobre a mulher

Ator declarou no Marília Gabriela Entrevista que não sabe onde estaria agora sem a mãe de seus filhos

Thiago Lacerda
Thiago Lacerda contou na gravação do Marília Gabriela Entrevista que Vanessa Lóes preencheu sua vida


Convidado especial do Marília Gabriela Entrevista do próximo domingo (17), Thiago Lacerda bate um papo franco com Marília Gabriela sobre carreira e família. Na conversa, o ator aproveita para se declarar mais uma vez à mulher, Vanessa Lóes.

“A Vanessa realmente salvou a minha vida! Quando a conheci, era muito novo e estava no auge, numa velocidade absurda. Não sei onde eu estaria sem ela. A Vanessa veio preencher um espaço muito importante”, se derreteu o ator.

Ele contou ainda que os dois trabalharam juntos poucos vezes e que, na opinião dele, é melhor assim. “Sou muito individualista com meu trabalho e gosto de ficar sozinho com ele. A ideia de ter alguém tão próximo na hora de trabalhar, passar o texto, me angustia. Mas nas poucas vezes que trabalhamos juntos foi ótimo! Ela é uma baita companheira”, disse.

Atualmente em cartaz com a peça Hamlet, Thiago não esconde a empolgação com o desafio de fazer um personagem tão denso de forma mais simples, para o público entender. “Uma das razões para essa peça existir dessa forma diferente é para poder contar essa história para o público brasileiro. Acessamos o ouvido desse público! Pessoas na rua me falam: ‘Finalmente entendi a história’”, afirmou o ator, que revelou não saber qual será o próximo passo na profissão.

“Não tenho a menor ideia de onde ir depois dessa peça. O tempo vai passando e vamos ficando mais seletivos”, refletiu.



Fonte: Contigo!

Curtindo o filhão!

Com camiseta do Flamengo, Thiago Lacerda lancha com o filho

A dupla passeava pelo Leblon, no Rio de Janeiro

Com camiseta do Flamengo, Thiago Lacerda lancha com o filho - Clayton Militão - Foto Rio News


Usando camisetas do time do coração, o Flamengo, Thiago Lacerda e seu filho Gael (5 anos) deram um passeio juntos, nesta terça-feira (26), no Rio de Janeiro.
Eles curtiram um lanche em uma famosa lanchonete, no bairro do Leblon, Zona Sul do Rio de Janeiro.


Gael é fruto do casamento de Thiago e Vanessa Lóes, que também são pais da pequena Cora, de 2 anos.


Fonte: O Fuxico

Thiago no Encontro com Fátima...

Longe da TV, Thiago Lacerda garante: 'Não tenho angústia quanto a isso'

Em cartaz com 'Hamlet', o ator quer voltar a fazer televisão: 'Eu adoro fazer TV, logo pinta algum personagem bacana e eu estou aí', promete

Thiago Lacerda sonha em cantar nos palcos (Foto: Encontro com Fátima Bernardes/ TV Globo)
Thiago Lacerda sonha em cantar nos palcos
 
Longe da TV há mais de um ano, desde o fim da novela 'A Vida da Gente', Thiago Lacerda tem se dedicado ao teatro. Mas, acalmem-se, mulheres. O galã garantiu que já já estará de volta às telinhas. “Daqui a pouquinho eu estou de volta, não tenho angústia quanto a isso. Eu adoro fazer TV, logo pinta algum personagem bacana e eu estou aí”, prometeu.
Em cartaz com o espetáculo ‘Hamlet’, da obra de Willian Shakespeare, o ator sonha alto com os projetos para o teatro: “Cantar em cena é uma possibilidade que me assusta. Eu não canto, acho que é um desafio pessoal muito bacana de encarar. Aprender e me dedicar à música, me dedicar ao canto para poder, quem sabe, fazer um musical seria maravilhoso”, comentou ele nos bastidores do Encontro.
Para viver Hamlet, Thiago se doou por inteiro ao personagem. O ator mudou o corte de cabelo e, antes de entrar no palco, ele tem o hábito de cortar uma mexa como uma maneira de se preparar para entrar em cena. Além disso, o ator também mergulhou de cabeça nos esportes: “Teve aulas de esgrima, preparação física para fazer a luta. É um processo longo, mas ao mesmo tempo prazeroso”.
Adoro fazer TV, daqui a pouco pinta algum personagem"
 
Sobre o cabelo, Thiago explica: “Acho que essa coisa do cabelo foi o maior movimento que eu fiz. É um movimento de concentração, que me leva em direção ao estado de espírito do personagem, eu gosto de pensar nisso. Ele está num nível tão grande de humilhação, de desrespeito, de conflito, que ele não se agüenta, ele se mutila. Eu acho que o cabelo é uma parte importante. Tem a ver com a força espiritual, tem a ver com estética, com vaidade. Eu gosto do cabelo e precisa que seja uma coisa estranha, para que não seja uma pessoa comum, pra que não seja bonita. É importante que seja uma coisa esquisita, que é o que acontece com ele naquele momento”,  contou 


Fonte: Encontro com Fátima Bernardes

Melhor fase

Aos 35 anos, Thiago Lacerda lida melhor com suas inseguranças

Ator afirma que melhorou com a idade e não teme a morte


Nelson Rodrigues disse certa vez: ‘Jovens, envelheçam depressa. Deixem de ser jovens o mais depressa possível. Isto é um azar, uma infelicidade’. Aos 35 anos, Thiago Lacerda parece ter entendido a mensagem do anjo pornográfico. O menino que deu os primeiros passos na TV em ‘Malhação’, em 1997, cresceu, conquistou território na telinha, arrancou suspiros como galã do horário nobre e, agora, esbanja sua maturidade como protagonista de uma das maiores tragédias de William Shakespeare, ‘Hamlet’, que acaba de estrear no Espaço Tom Jobim, no Jardim Botânico.
Thiago posa com a caveira que usa na peça ‘Hamlet’ | Foto: João Laet / Agência O Dia
Thiago posa com a caveira que usa na peça ‘Hamlet’

“Estou mais velho. Isso é ótimo. Adoro a ideia de passagem do tempo. Sou um cara mais interessante hoje do que era em 1997. Sou outra figura. Nem que eu quisesse ainda ser um menino, um Peter Pan, eu conseguiria. Fiquei mais maduro. Estou melhorando e quero melhorar ainda mais”, conta ele, durante o intervalo de um ensaio da peça. A experiência também ajuda a lidar com a fama. “É muito difícil conviver com a notoriedade, a falta de privacidade. Mas, ao mesmo tempo, não é tão horrível a ponto de eu querer jogar a toalha. No início da carreira, me culpava por não querer dar autógrafo, por exemplo. Hoje, se não quero, digo: ‘Agora não’. Não tenho mais problemas com isso”.
Algo que ainda o incomoda, ele revela, é posar para fotografias. “Gosto de tirar fotos com fãs, mas quando é algo mais produzido, realmente, não gosto muito. Tentei ser modelo por muitos anos e não consegui por falta de talento. Não tenho saco, não sei como funciona e me constranjo”, dispara o ator, que, não à toa, foi fotografado por apenas 6 minutos para a reportagem.
Thiago também jura que não é vaidoso e, além disso, afirma não se importar com o título de galã — que muito se deve ao sucesso de Matteo, seu personagem em ‘Terra Nostra’ (1999-2000). “Não me preocupo em ficar negando que sou galã. Na verdade, meu trabalho nunca foi esse. Não sei bem o que pessoas rotulam como galã, mocinha ou vilão. O que sempre tive foram os meus personagens”, comenta ele, que no ano passado também entrou na pele do Capitão Rodrigo na gravação do longa ‘O Tempo e o Vento’, de Jayme Monjardim, previsto para estrear no segundo semestre.
Para ator, 'Hamlet' é um dos maiores desafios de sua carreira | Foto: João Laet / Agência O Dia
Para ator, 'Hamlet' é um dos maiores desafios de sua carreira

Se não liga para a estética, ele dá a maior atenção para o caráter. “Todo dia, quando vou dormir, a oração que faço é sobre vaidade, que é a grande cilada da humanidade e precisa ser muito bem cuidada. Se você perde a medida da vaidade, vira loucura. Pessoas cometem atrocidades por causa disso. E, no mundo em que a gente vive, de artistas, que é de sensibilidade e de criação, essa é uma questão recorrente o tempo inteiro”, atesta ele. 
Aliás, Shakespeare, há 400 anos, já retratava em sua obra a vaidade dos homens. No espetáculo, Thiago tem o desafio de dar vida ao príncipe da Dinamarca que recebe a visita do fantasma do pai, o Rei Hamlet. E a alma penada traz uma notícia aterradora: fora assassinado pelo próprio irmão, Cláudio, que agora está no trono. Pior: o assassino casou-se com a rainha, viúva.
Para não ter seu tapete puxado em nome da ganância, como aconteceu com o rei Hamlet, Thiago não abre mão da espiritualidade. “Não tenho religião, mas sou mais religioso do que muita gente que acha que é. Tenho minha maneira de rezar, de pedir proteção. Sou um abençoado por ter essa sensação de proteção de luz. Por isso, não me preocupo. Meu caminho é mais poderoso do que qualquer mandinga”, garante. Por trás do homem de 1,95m de altura, porém, também pairam momentos de insegurança.
“‘Hamlet’ é um dos momentos mais desafiadores da minha carreira. Como ator, na verdade, me sinto desafiado em qualquer lugar. Se for fazer televisão, sempre acho que não sei fazer e meto a cara para tudo sair bem. No teatro, acontece o mesmo. Acho que não sei o texto, que o que eu faço não é suficiente. Nunca desisti porque gosto da sensação do desafio. Gosto de lidar com a ideia de não saber fazer. Essa sensação de pseudo-incompetência é boa, importante para o ator”, considera.
Mas, não raro, pode vir a decepção. “Lamento muito quando faço um bom trabalho e não gosto do resultado como um todo. Da mesma forma, algumas vezes, o trabalho é maravilhoso e você dá um escorregão”, analisa. Para encarnar ‘Hamlet’ e tudo sair bem, ele não dispensa um ritual: antes da estreia do espetáculo, pega a tesoura e picota partes do cabelo. “Parece algo bobo, mas isso cria uma conexão minha com o personagem. Queria promover uma estranheza estética. Comecei a achar que ele se mutila de alguma forma. Em vez de cortar dedo ou perna, sei lá, pensei que ele poderia cortar o cabelo, num processo de desapego estético, espiritual, afetivo. Isso porque ele está ofendido, sofrendo muito”, explica.
Todo o sofrimento parte da revelação feita pelo fantasma do pai. Com sede de vingança, Hamlet entra num dilema existencial sobre vida e morte: ‘Ser ou não ser, eis a questão’, diz a famosa frase da peça. Um tipo de questionamento que já passou pela cabeça de Thiago. “Não tenho medo de morrer, mas de não estar aqui. Gosto disso tudo e tenho prazer em estar vivo. O que vem depois não me assusta, mas o que me dá certa angústia é não estar aqui”, ele comenta. A angústia é natural, já que, na esteira da maturidade, ele criou família: é casado há mais de 10 anos com a atriz Vanessa Loés, com quem tem dois filhos — Gael e Cora. “Tudo o que você leu ou ouviu em mesa de bar sobre casamento é verdade. A diferença é que cada um tem sua própria história. É maravilhoso e, também, muito duro. Tem as rosas e a espinheira grande”, comenta. No relacionamento, ele não abre mão de momentos para si mesmo. “Sou muito individualista. Com certeza, mais do que eu e a Vanessa gostaríamos. Me fecho, me enclausuro, espero todo mundo dormir para trabalhar. Preciso ficar sozinho. Acho muito difícil dividir as coisas”.
E Thiago dispensa a coroa, dizendo-se aliviado por não ser um príncipe, como Hamlet. “Eu seria preguiçoso, um glutão, um louco. Ainda bem que não sou (risos)”, diverte-se. Se não é, pelo menos no palco incorpora todas as peculiaridades do personagem. “Já montei ‘Hamlet’ pelo menos umas seis vezes, e o Thiago é um dos melhores com quem já trabalhei. É um verdadeiro ator shakespeariano”, exalta o diretor Ron Daniels, que é associado à Royal Shakespeare Company, de Nova York.


Fonte: O Dia